A arte de tirar a roupa

Não há neste mundo, nenhum homem que não goste de um bom striptease. Podem até nunca ter visto nenhum ao vivo, mas não há certamente hipótese de nunca sequer terem fantasiado com isso.

                E juntando o útil ao agradável, o que lhe parece de poder presentear o seu mais-que-tudo com um striptease feito pela mulher da vida dele (ou coisa do género)? Ora bem, a atitude tem de partir de si. Se ele nunca lhe pediu ou nunca sequer falaram disso, ainda junta o factor surpresa à situação que, diga-se de passagem, ele vai adorar.

                Ponto número um: tem de se sentir confortável e com vontade de o fazer. Claro, não vale a pena fazer só porque sim. A ideia é achar que pode ser um momento divertido, de intimidade e de sedução. Sabemos que se vai preocupar com a celulite ali, o pneu acolá, mas garantimos-lhe desde já que eles não reparam e não estão preocupados com isso. A sério!

                Continuando, não precisa de transformar o seu quarto num bar de strip. A nível de ambiente só precisa daquela “meia-luz” que pode ser adquirida por um único candeeiro ligado e estrategicamente colocado ou até mesmo por velas acesas em vários pontos do quarto. Quanto ao resto, lembre-se que não precisa de nenhum varão ou algo do género. Claro que precisa de qualquer coisa no quarto que dê musica (mas disso já iremos falar).

                Antes de escolher que roupa quer usar, escolha muito bem a lingeri que quer usar. Se a ideia é excitar o seu marido ou namorado, pense no tipo de roupa interior que ele mais gosta em si e invista em peças novas desse género. Dizemos novas para que mais uma vez, a surpresa seja um factor a considerar. Escolha um conjunto sexy, com ou sem ligas, da cor que mais gostar e que a faça sentir sensual. É um aspecto muito importante.

                Depois tem de pensar na roupa que quer vestir. Há muitas mulheres que recorrem a disfarces temáticos para fazer um striptease. Enfermeira, policia, professora ou cowgirl são máscaras recorrentes, no entanto, não precisa de se vestir assim. Basta que dê uma vista de olhos ao seu armário e escolha peças que combinem muito bem e que a tornem numa mulher fatal. Nada de calças de ganga, ténis, tshits com bonecos ou algo assim. Recomendam-se peças com alguns botões para demorar algum tempo até estar em roupa interior.

                Agora que já estamos resolvidas, lembre-se que tal como no seu dia-a-dia, os acessórios também são essenciais. Não se enfeite tipo árvore de Natal, mas também não precisa de não usar nada. Um chapéu pode ser um acessório bastante interessante. Se lhe tapar assim um bocadito da cara, pode ser um aliado muito excitante. Ou um lenço, que tal? Um lenço que pode usar para percorrer o corpo dele enquanto estiver a dançar. Parece-lhe bem? Use a imaginação! Para além disso, não se esqueça de espalhar um creme com um bom cheirinho no seu corpo antes do stiptease ou um óleo para o deixar brilhante.

                Depois vem aquela parte que nos atrapalha mais: a dança. Todas nós somos poderosas, sexys e divertidas, certo? Só temos de estar seguras e descontraídas. Dançar para o nosso parceiro tem de ser algo feito sem medos nenhuns. Afinal de contas, é a pessoa com quem estamos e com quem partilhamos a nossa intimidade, certo? Ele não se vai rir de si nem a vai criticar, ele deseja-a e vai adorar a experiencia.

                Quanto estiver à frente dele, só tem de se deixar ir. De certeza que tem o seu jeito natural para dançar e o seu movimento especifico de ancas. Actue de forma sensual, olhe-o nos olhos, sorria, chegue-se perto e nunca deixe que ele lhe toque. Dê voltas sobre si mesma, dance de costas para ele, incline-se de forma provocante e vá tirando as peças lentamente e de forma calma. O ideal é ir praticando, claro. Escolha uma música de acordo com o ambiente que quer proporcionar e oiça-a as vezes que forem precisas até conseguir dançar sensualmente ao seu ritmo. Faça movimentos sensuais para que ele consiga ver todo o seu corpo dando-lhe algumas vistas privilegiadas. Quando finalmente ficar em lingeri, dance mais um bocadinho e atire-se para os braços do seu parceiro (até porque nesta altura ele já deve estar mais do que excitado e a implorar para lhe tocar).

                E pronto, é basicamente isto. Durante o espectáculo até se poderá rir ou envergonhar-se mas não se sinta mal por isso. Ele gosta tanto de si e do seu corpo que de certeza que o irá ver sempre com um sorriso nos lábios. Seja atrevida e acima de tudo, confiante!

2 Comentários

  1. Armanda Santos Abril 16, 2012

Deixa Um Comentário