Como entreter os seus filhotes

Mais uma vez, a Mulher Saudável recorreu a opiniões reais para construir este artigo mas desta vez com o assunto: crianças. Sabemos que por vezes chegamos a casa ou mesmo durante o fim-de-semana em que os miúdos têm muito tempo livre e nós, mães a tempo inteiro, já não temos ideias para coisas que os façam felizes. Quando damos por nós já estamos a repetir a mesma brincadeira vezes sem conta. Também sabemos que há crianças mais e menos difíceis de entreter.

Foi a pensar nisto que resolvemos perguntar a mulheres com crianças em casa o que é que elas fazem a nível de brincadeiras para entreter os pequenotes lá em casa. Procurámos perceber o que é que as mães fazem naqueles dias em que as crianças podem andar mais “à vontade” e sujar a roupa ou espalhar coisas no chão. Tire algumas ideias para uma hora descontraída com os seus filhos.

“Por norma não gosto que os meus filhos passem muito tempo na banheira mas uma vez por semana, preparo-lhes um banho com bolinhas de espuma e meto umas velinhas pequeninas afastadas do alcance deles. Ao sábado de manhã já me estão a perguntar “Mãe, hoje é dia de SPA não é?”. Eles gostam muito!”

Rita, 37 anos (mãe do Sérgio, 7 anos e da Helena, 5 anos)

“Há uma coisa que apesar de causar desarrumação consegue entreter as minhas filhas muito tempo. Uma espécie de passagem de modelos com a minha roupa. Vale tudo, a roupa que quiserem, as minhas malas e os meus colares. É divertido para elas e para mim que as vejo vestidas de maneiras muito engraçadas. Tenho é de ter tempo para me sentar no sofá à espera que elas apareçam com o último grito da moda!”

Margarida, 40 anos (mãe da Lídia, 11 anos, da Constança, 8 anos e da Mafalda, 5 anos)

“Esta actividade eu só consigo porque tenho uma casa com um pequeno jardim mas se não for possível, podem sair para um jardim perto de casa. Pego no meu filho e dou-lhe uma cestinha pequena e depois vamos apanhar folhas cheias de formas diferentes para as secarmos e as guardarmos num dossier muito científico. Ele diverte-se muito a descobrir folhas novas e eu divirto-me com o entusiasmo dele.”

Sara, 34 anos (mãe do Martim, 6 anos)

“A minha filha é muito fácil de entreter. Há uma coisa que eu não a deixo fazer sempre mas ela fica completamente em pulgas quando lhe vou buscar um alguidar e lhe digo para levar as Barbies à praia. Não sei se é pela água ou não, mas eu arregaço-lhe as mangas e ela fica ali sentada no chão a brincar durante o tempo que eu a deixar.”

Catarina, 29 anos (mãe da Maria Inês, 4 anos)

“Bem, o que eles gostam mesmo lá em casa é de acampar. Fico sempre com o quarto deles virado do avesso mas é a brincadeira favorita deles. Eu e o pai ajudamo-los a montar uma grande tenda com lençóis, eles levam lanternas, almofadas, binóculos, bolachas e garrafas de água e pronto, sentem-se verdadeiros campistas selvagens. Normalmente até o cão tem direito a acampar com eles!”

Beatriz, 39 anos (mãe do João e do Pedro, gémeos de 9 anos)

“Desde muito pequenino que eles gostam muito de brincar com máscaras. O carnaval até deixou de fazer algum sentido. Já me habituei a comprar-lhes fatos de vez em quando e eles fazem de tudo: ou são artistas de circo ou são super-hérois. Ele gosta muito de andar vestido de forcado e fazer “olé” ao Goggie, enquanto ela prefere ser um Capuchinho vermelho e passear com os bonecos todos atrás.”

Maria, 43 anos (mãe do Duarte, 5 anos e da Joana, 3 anos)

“Um festival da canção é sempre uma animação cá em casa. Eles cantam, dançam, apresentam, votam, fazem tudo. O meu papel é assistir e bater palmas. Se eu o não poder, eles sentam tudo o que é bonecos no sofá e ali ficam até se cansarem. O problema é que depois querem todos ganhar mas normalmente chegam a um consenso. O mais engraçado é que chegam a inventar as próprias letras!”

Carolina, 45 anos (mãe do Afonso, 10 anos, do Miguel, 8 anos e da Alice, 6 anos)

Para além destas sugestões, ainda foram referidos piqueniques dentro de casa, guerras de almofadas, uma sessão de cinema com pipocas feitas por eles, as bolas de sabão, uma aula de culinária em que eles fazem os próprios bolinhos, uma exposição em que eles desenham e vendem os desenhos por 1 ou 2 cêntimos e até mesmo uma caça ao tesouro. Tudo propostas muito originais!

3 Comentários

  1. Leandra Mauricio pelo Facebook Maio 3, 2011
  2. Maria Ralheta pelo Facebook Fevereiro 28, 2012
  3. Cecilia Maria Santos pelo Facebook Março 23, 2012

Deixa Um Comentário