Guarda-roupa perfeito II/II

  • Adquira os básicos: qualquer guarda-roupa que se prese têm que ter algumas peças básicas. Básicos são aquelas peças que usa com muito regularmente e que conseguem ser facilmente combinadas com outras. Vulgarmente esses básicos passam por: por um  par de jeans; uma camisa branca; uns saltos pretos; um vestido preto; um blazer; um casaco de malha; uma mala preta; entre outros.

  • Evite seguir muito as tendências: a tendência até pode ser linda e divertida, mas para fazer um guarda-roupa impecável, não pode gastar muito dinheiro em tendências. Pois as tendências vão e voltam e terá que estar sempre a actualizar o guarda-roupa. Ainda assim, certas peças da nova colecção vão mantê-la constantemente na moda.
  • Balanço: um guarda-roupa feito só de jeans e t-shirts ou apenas blazers e saias não é ajuizado. Para poder agitar o seu armário terá de mudar o estilo das suas peças de roupa. Umas peças mais casuais e outras mais formais.
  • Julgue o seu estilo de vida: para obter o guarda-roupa perfeito tem que ponderar o seu estilo de vida. O seu emprego exige um regulamento vestuário mais oficial? Cuida de crianças? Que hábitos sociais tem? São perguntas essenciais a que deve responder antes de ir às compras.
  • Inclua personalidade: o seu estilo de vida ou o seu trabalho até podem impor um padrão de vestuário, mas lembre-se sempre de incluir personalidade. Não há necessidade de ser enteada e copiar o estilo de outra pessoa. Seja você mesmo!
  • Não seja um escravo: faça o que fizer, jamais se torne um escravo das tendências ou alguma coisa relacionada com ela. Não se torne um escravo da cor, da moda. Misture, mantenha-se original e divirta-se.

Deixa Um Comentário